A menina que sonhava acordada


…Uma sensação incomum me persegue. Um desejo incontrolável me acompanha. Me sinto estrangeira na terra onde nasci. Não me interesso pelas coisas daqui, e passo horas a fio olhando as estrelas. Noite passada, vi o dia amanhecer. Tão suprema sensação de liberdade, tão maravilhosa visão da natureza, algo me chamando para fora, algo me chamando para viver o que nunca conheci. Vejo as paisagens distantes intocadas, os gigantes adormecidos sobre a face dos penhascos. O assovio de brisas indomáveis. E os que me cercam vivendo de olhos fitos no chão cinzento. Cabeças baixas, mentes soberbas, tratando secretamente destruírem-se uns aos outros. Tamanha insanidade que me cerca, e sou acusada insana. Tanto amor que desejo, e recebo o desprezo dos que não me compreendem. Tão linda a jornada que farei, e temo ter de fazê-la sozinha…

Um comentário:

  1. muito lindo e profundo! posso dizer que as vezes me sinto assim tbm!

    ResponderExcluir

Seja muito bem vindo! Fique à vontade pra comentar e deixar seu recado, lembrando que os comentários estão sujeitos a moderação.